8.24.2009

UMA PEQUENA LOUCURA DA GATA MALCRIADA.

conto de Tê morenakaline@hotmail.com - m.carol@caex.org

Aconteceu há uns meses atrás : Beth, a irmã do Rui veio passar uns dias aqui em casa .
Ela é uma gatinha : seios pequenos mas redondos e firmes, bundinha em forma de lua ,
pernas bem torneadas, cabelos loiros e claros e lábios carnudos e bem delineados. ...Um dia, nós saímos para o trabalho e eu deixei o meu carro com ela, pra pagar umas contas
pra gente. Esqueci um documento importante em casa e tive que voltar. Já estava nervosa,
fiquei mais nervosa ainda quando vi o meu carro ainda na garagem. Que garota folgada, eu
pensei, ela na boa e eu tendo que vir de táxi. ......Fiquei mais brava ainda quando entrei em
casa e ouvi gemidos . Pensei : a safada está transando na minha casa ! Mas o som vinha da
televisão no quarto dela. A porta estava meio aberta, o quarto escuro, a única luz que tinha,
vinha da TV. A safadinha estava vendo um filme pornô. ....Estava nuazinha, deitada no
chão, com a mão no meio das pernas. acariciava os seios, lambia os dedinhos e voltava a se
esfregar. Eu estava hipnotizada vendo minha cunhada e comecei a sentir a minha xaninha
formigando. sem tirar os olhos de Beth.....Ela nem notou que eu estava lá, se contorcia e
gemia, igual a mulher do filme. Gemia cada vez mais alto, até que emitiu um som como um
grito, bem fininho e longo. Se contorceu e gozou, mordendo a outra mão. Fechou os olhos,
ficou apertando a buceta. Sem dar pela minha presença, levantou-se e foi para o pequeno
banheiro que tinha no quarto. . .. ...Eu saí na ponta dos pés e entrei novamente. Peguei o
documento e quando ia saindo, ela saiu do quarto, de banho tomado, com os cabelos
molhados. Adoro mulher de cabelos molhados, acho muito sexy. Ela estava muito
sexy.......Pensei nela o dia inteiro, morrendo de tesão. ........Depois que todos sairam do
escritório, fui para o computador, li contos de lésbicas, olhei fotos de mulheres transando.
Em todas as fotos eu via a cara dela......Tirei a calcinha, levantei o vestido, fiquei
esfregando meu grelinho até ele ficar durinho e enfiei dois dedos na minha xaninha......
Sem mentira nenhuma, eu estava lambuzada, queria tanto alguém aqui prá comer minha
buceta e meu cuzinho enquanto a Beth me chupava. Olhando aquelas fotos e lendo aqueles
contos ,fiquei incendiada, me esfreguei rapidamente e gozei loucamente, gemendo bem alto,
falando o nome dela. ....Gozei, mas continuei com tesão....Fui prá casa, tomei um banho, e
fiquei esperando meu maridinho. Estava louca de tesão. Quando o Rui chegou eu quase
rasguei a roupa dele, de tão louca que estava. Chupei o pau dele bem gostoso, fui bem
safada, e ele me chupou até me fazer gozar. Depois comeu minha buceta . Quando vi o pau
duro dele entrando e saindo rapidamente da minha bucetinha eu gozei que nem louca, de
novo. Deixei ele exausto. .....Mas continuo com tesão pela minha cunhada. .......Gata Malcriada . “

A NAMORADA DANDO PRÁ OUTRO

Autor Desconhecido

Apesar deste ser meu desejo, minha namorada nunca deu indícios de que estaria me
traindo. Mesmo quando me disse que ficou com um cara em um curto período em que
ficamos separados, não acreditava que ela fosse capaz de ter trepado com ninguém. Eu
confiava nela mesmo morando em outra cidade. Ela em Minas e eu no Rio. Uma vez,
porém, resolvi aparecer de surpresa em sua cidade. Sai do trabalho à tarde e cheguei lá por
volta das h. Deixei minhas coisas em um hotel e fui até o local onde ela tinha me dito (por
telefone) que iria. Isso era por volta da meia-noite quando as coisas começam a acontecer.
Chegando lá, me escondi, e vi que ela estava com um vestido preto curtíssimo (que eu tinha
dado para ela de presente). Ela já estava meio tonta e tinha saído do banheiro para ir de
encontro a um cara (o tal que ela tinha ficado)........................Aí, começou uma sessão de
beijos incontroláveis, ela começou a se enroscar no cara de uma maneira que ele sarrava
sua bunda. Ficaram nesse agarra-agarra durante umas duas horas. Quando percebi que os
dois decidiram deixar o local onde estavam. Os dois entraram em um carro e saíram dali.
Decidi pegar um táxi e seguí-los. Eles pararam em uma rua deserta e começaram a se
beijar. Não acreditei quando ela resolveu tirar as calças do rapaz e começar a chupar seu
pau. Vi que ela abocanhava o membro com volúpia coisa que nunca tinha feito comigo.
Enquanto mamava o caralho, ela olhava com cara de safada para o homem que delirava de
prazer. Após isso, ela levantou a saia, ficou de quatro e pediu que o cara fodesse sua
buceta (comigo, ela não gostava de dar de quatro). Ela nem tirou a calcinha. O cara foi e
enfiou tudo de uma vez e minha namorada soltou um grito. Ele começou a puxar os cabelos
dela que rebolava intensamente..............Depois disso, ela tirou toda a sua roupa e ficou
peladinha na frente dele. O cara começou a chupá-la, principalmente seus peitões que
estavam com os bicos bem duros. O cara deitou no banco, com o pau para cima e minha
namorada resolveu sentar no caralho e iniciou uma cavalgada frenética que só acabou
quando o cara explodiu em gozo. Mas a surpresa estava para o final. De longe e sobre os
vidros, podia ver ela de quatro e o cara lambendo o cuzinho dela, tinha momentos em que
ele enfiava o dedo no rabinho dela. Não acreditei quando o cara resolveu meter o pau no cu
dela. Ela parecia que estava gostando (nunca deu o rabo para mim) e o cara foi enfiando,
foi enfiando e ela gemia que nem louca. Minha namorada decidiu mudar de posição, ficou
de frango assado, abriu bem as pernas e pediu para o homem atolar a pica no seu cú. Foi o
que ele fez. O cara socava forte e no final gozou nos peitos dela. Acompanhei toda a transa
e bati a punheta mais gostosa da minha vida. No mesmo dia, retornei a minha cidade e uma
semana depois me encontrei com ela que agiu naturalmente................Ainda não sei se falo
para minha namorada que vi ela dando para outro cara mas quero muito que ela saiba.

Nenhum comentário: