6.13.2012

MASSAGISTA FIEL AO MARIDO

By: ric_amaral

--------------------------------------------------------------------------------

 img11376311 Rico sempre pensou que sua esposa Lisa era muito fiel e nunca poderia fazer nada mais picante. Ela é alta, com um ótimo corpo e seios fartos longas pernas, sua bunda é perfeita, não importando o tipo de roupa que ela usa, ela tem cabelos castanhos e um lindo sorriso. Um dia, Rico olhava um álbum com fotos ousadas de minha esposa eu sentia um certo orgulho dele de que a esposa dele jamais faria aquele tipo de coisa. Eu acho que eles são casados a 8 anos, e tem ambos por volta de 35 anos. Faz pouco tempo ela se tornou uma massagista terapêutica, e uma vez quando servi de cobaia, ela quase acabou com a massagem no momento que eu fiz uma brincadeira banal até. Afinal ela era mesmo muito séria. Discutindo com Rico eu perguntei O que aconteceria se ela se excitasse fazendo massagem em algum cara?. Ele respondeu que não teria nunca que se preocupar com a Lisa e que ela nunca faria nada. Mas o que você faria? Ele me disse então que instalou um espelho duplo no seu escritório que dava pra ver tudo na sala que ela fazia massagem, mas que não tinha dito a ela ainda. Eu resolvi irritar ele dizendo Você quer ver ela pegando no pau de algum cara.. ele não gostou da brincadeira. Outro dia eu entrei no escritório dele e as luzes estavam apagadas para ela não ver nada, quando ele não estava vendo, tinha um quadro no espelho. Ficamos vendo ela massagear os clientes, mas realmente ela era muito profissional. Você não viu ela punhetar ninguém ainda? Ele riu e disse que nunca iria ver isso porque ela era fiel demais e que até seria bom ver um pouquinho alguma coisa, mas que era impossível. Mas na verdade ele estava orgulhoso de sua esposa fiel. Aposto que nas circunstancias certas ela faria. Ele riu duvidando. Então eu pensei num plano. Bem eu aposto $1000 com você que ela faria, até mesmo com um negro. Eu sabia que ele iria aceitar a aposta, afinal ele tinha me dito que ela não gostava de negros. E ele aceitou, dizendo que o cara teria que ser negro, gordo e mais velho. Eu sabia que ele diria isso. Assinamos um documento pela aposta. Lembrei-me do Wilson, um negro de 45 anos, nosso amigo de bar, meio gordo e muito feio, mas com uma grande vantagem. Eu disse pro Rico que seria o Wilson que iria vir para a massagem, o que ele não gostou muito porque sabia que o Wilson não gostava muito dele. Wilson marcou a massagem pelo telefone e quando ele chegou estávamos no escritório espiando. Lisa atendeu a porta com um vestido leve que deixava sua bunda muito gostosa. Quando ela abriu a porta e viu o Wilson ela congelou. Bom dia, eu sou o Wilson. Tudo bem? Onde eu me preparo para a massagem?. Oh, bem, acho... bem, venha por aqui dava pra notar que ela estava meio em estado de choque. Espero que sua massagem me ajude a dormir, dona ele entrou na sala com aquele corpão de 120 Kg e 1,90m. Lisa mandou ele ir ao provador e colocar uma toalha, mas manter a bermuda. Ele começou a puxar papo: Você vai usar óleo?. Sim, estarei usando óleos. Posso deitar na mesa?. Por favor. Ela congelou quando ele saiu do provador nu, com a toalha no ombro, andando com aquela cobra pendurada quase até o joelho. Eu tirei a bermuda pra não manchar de olho, dona. Tudo bem?. NÃO !!! , PONHA ATOALHA. Ele riu e deitou na mesa, colocando a toalha em cima. Lisa não tirava os olhos do pau do Wilson, que assustou até mesmo a mim e ao Rico, devia ter uns 25 cm ainda mole, mas ele fingia que estava tudo normal. Ela mandou ele deitar de bruços. Ela começou a massagem, evitando tocar em partes como a bunda, mas não conseguia tirar os olhos dos colhões do negão, que eram enormes também. Rico não disse uma palavra, ele parecia estar meio preocupado com a inabalável fidelidade de sua esposa. Lisa mandou Wilson se virar para massagear o peito e a barriga, sem tirar os olhos assustados do volume da toalha. Ela terminou e disse para ele se vestir, mas antes dela terminar de falar Wilson se levantou, deixando novamente seu pau pendurado e falou: Foi muito bom. Quanto eu te devo?. Lisa estava hipnotizada pela visão daquele pênis pendurado. Por favor, senhor, se mantenha coberto. Ele saiu andando nu até o provador deixando ela mesmerizada. Me sinto ótimo, mal posso esperar a próxima visita. Quanto mesmo eu te devo?. Lisa cobrou e foi obrigada a marcar a próxima visita pra outra semana, mesmo dia e horário. Tudo que o Rico dizia era: Você viu o tamanho daquilo? Eu me despedi e disse que voltava na próxima semana.
-

MASSAGISTA FIEL AO MARIDO parte II
By: ric_amaral img41376313

Depois da massagem, Lisa disse para Rico sobre Wilson, mas não mencionou nada sobre ele ficar pelado. Na segunda massagem, tudo começou normalmente, Wilson as vezes deixava seu pau escapar, mas Lisa desconcertada cobria com a toalha, mas a cada vez que isso acontecia mais ela demorava para cobrir. Eu perguntei para Rico se ele estava certo que ela ia continuar fiel e ele, meio sem jeito disse que sim, pois ela estava somente espantada com aquele pinto. Depois da massagem, Wilson perguntou: PORQUE VOCE NÃO MASSAGEIA TUDO DONA LISA? Lisa não entendeu, dizendo que massageava tudo, mas Wilson tirou a toalha e disse que ele não massageava ali. Ela ficou vermelha e Rico quase desmaiou do meu lado. Ela disse que era uma profissional terapeuta e não massageava naquela área. PORQUE NÃO? POR QUE ISSO NÃO SERIA TERAPEUTICO E SIM SEXUAL. MAS IRIA ME AJUDAR MUITO, AJUDARIA MUITO A ME RELAXAR. Lisa olhava aquele pinto enorme e flácido enquanto Wilson o segurava. Ela não acreditava que aquilo estava acontecendo, estava sem palavras. ISSO NÃO SERIA DIREITO, SOU UMA PROFISSIONAL. Lisa continuou massageando o peito de Wilson, prestando atenção a um volume que se formava sobre a toalha SERIA MUITO BOM SE A SENHORA FIZESSE AQUI. EU NÃO FAÇO ISSO WILSON. AHHHHH, POR FAVOR, SÓ UM POUQUINHO. - Ela ficou pensativa, olhava para o pinto do Wilson e pro espelho, encarando eu e o Rico, sem saber. SE EU FIZER UM POUCO VOCÊ ME DEIXA EM PAZ? PROMETO, E VOU ME SENTIR MUITO MELHOR. Eu estava preparando a câmera para filmar quando ouvi o celular da Lisa tocar, quando ela atendeu olhei pro lado e vi Rico com o celular, falando com ela. Aquele trapaceiro estava jogando sujo. OI QUERIDA. OI, TUDO BEM AMOR, ONDE VOCÊ ESTÁ? ESTOU NO MERCADO E QUERO SABER SE PRECISA DE ALGUMA COISA? Wilson foi esperto e pegou na mão dela, e colocou em cima do pau. Foi divertido assistir ela tirando a mão e olhando feio pra ele. SÓ UM MINUTO QUERIDO. Ela tapou o celular e disse pro Wilson parar que ela estava falando com o marido no fone. DESCULPE QUERIDO, EU TIVE QUE FAZER UMA COISA AQUI. Wilson não deu folga e continuou pegando a mão dela, ela olhou brava pra ele, mas parou de brigar, ficando com a mão em cima do pau. EU NÃO QUERIA INTERROMPER SEU TRABALHO QUERIDA, MAS PENSEI QUE A MASSAGEM DAS 2:00 JÁ TINHA TERMINADO. Enquanto isso, Wilson começou a mexer a mão dela no pau. ESTOU QUASE TERMINANDO. Ela estava tentando tirar a mão, mas estava espantada com o tamanho que estava ficando o pau do negão. Finalmente ela desistiu de lutar e fechou a mão em volta do pau o quanto ele pode e começou a mover sem a ajuda de Wilson. QUERIDA, VOCÊ NÃO RESPONDEU SE PRECISA DA ALGUMA COISA, QUERIDA... AH, BEM, SEI LÁ, ACHO QUE NÃO SEI AMOR... O idiota tentava de tudo pra fazer ela parar. Wilson estava com as duas mãos atrás da cabeça, enquanto era punhetado por Lisa, que continuava pensando se precisava de alguma coisa do mercado. Rico tentava argumentar, perguntar, mas ela só sabia dizer que não sabia, que não lembrava. Aquele pau tinha de 28 cm pra mais, era absurdamente grande e excessivamente grosso nas mãozinhas dela. E como a mesa de massagem é alta, ficava muito perto do rosto dela. Quase gritando no fone Rico perguntava se estavam precisando de guardanapos, mas ela respondia normalmente. Rico continuou a dizer a lista de compras mas ela respondia todas as questões. Calmamente Wilson colocou a mão na nuca de Lisa e trouxe para perto do seu pau, enquanto ela punhetava com uma mão e segurava o fone com a outra. Enquanto isso Rico perguntava desesperado e Lisa respondia, somente coisas como JÁ TEM NÃO PODE SER. A cabeça do pau estava a poucos centímetros do rosto de Lisa, e então começou: uma avalanche de porra começou a atingir Lisa, na boca, no olho, bochecha, testa, nariz, era muita coisa. Rico ficou em silêncio chocado. Wilson colocou o pau na boca de Lisa e continuou a gemer gozando. Ela engasgava com aquilo, tentando sair enquanto ele não parava de gozar o que parecia uma eternidade. Quando terminou, Wilson tirou o pau da boca dela e ela caiu sentada numa cadeira, ofegante e totalmente lambuzada na cara e no vestido, tossindo e respirando ofegante, enquanto a porra escorria do rosto. Rico começou a falar no fone: O QUE ACONTECEU QUERIDA? AH, QUERIDO, BEM HÃ, ESTOU TERMINANDO COM O CLIENTE. - VOCÊ ESTÁ BEM QUERIDA? SIM, BEM, SÓ CANSADA. Ele disse que estaria chegando logo em casa e desligou. Wilson se levantou e ficou assistindo Lisa no fone, com o pau pendurado. Quando ela terminou, ele disse que isso sim é que tinha sido uma massagem. Ela ainda estava desorientada, jogada na cadeira, ele disse que voltava na próxima semana, se trocou, pagou a massagem e saiu. Lisa só conseguiu dar um tchauzinho com a mão, abobalhada. Eu tinha gravado tudo para poder provar que ganhei a aposta, me levantei e disse que voltaria na outra semana e fui embora.