9.23.2009

EM RETRIBUIÇÃO

conto de Tê (morenakaline@hotmail.com)


 

Oi, sou eu de novo, a Teresa. Já falei da minha cunhada Beth, deliciosa e excitante.. .....Ela ficou uns dias conosco, sempre andando pela casa de shortinhos curtinhos e blusinhas apertadas, sem soutien. .........Nessa semana ela saiu com uns amigos e choveu de repente.Ela ligou da rua, dizendo que estava muito molhada . pediu para meu marido ir buscá-la. Rui estava com dor de cabeça, já estava deitado, eu me ofereci para buscá-la. Ela estava um tesão de cabelos molhados com a roupa ensopada, colando no corpo. Estava com os mamilos arrepiadinhos de frio .

Ao chegar em casa ela foi para o quarto dela tomar banho.. Não aguentei de desejo e levei uma bebida prá ela, "prá esquentar", eu disse. Ela havia tomado banho, estava de camiseta e calcinha. Bebemos vagarosamente, conversando A bebida nos relaxou,eu não tirava os olhos de cima dela, seus biquinhos quase furavam a camiseta, me deixando maluca

Começamos a trocar confidencias, ela desabafou bastante comigo. Ficou agradecida por minha atenção.

Perguntou o que ela podia fazer para retribuir a atenção. Eu sentia que eu perdia a razão, excitadissima, eu estava molhadissima. Eu disse a ela que fazia tempo que eu não dançava uma música calma. Sorrindo, ela me disse : " não seja por isso, vamos dançar agora". Serviu mais bebida, colocou uma música e me puxou para dançar com ela. Eu tremia ao tocar seu corpo,logo ela estava com uma perna no meio das minhas, apertando com a coxa minha xaninha. Colou seu rosto no meu.. Então perdi o controle e puxei-a para um beijo longo e delicioso....Nossas bocas se colaram e nossas linguas se entrelaçaram. Incontrolavelmente, eu beijei seu pescoço, fomos nos abaixando ..ficando de joelhos uma em frente da outra. Tirei a camiseta dela bem devagar e ela tirou a minha. ..Enquanto chupava sua lingua, apertei minha mão na sua xaninha, ela gemeu, sentindo seu grelinho explodir com aquele toque. ...Puxei suas pernas para a frente e tirei sua calcinha ,abri suas pernas só um pouquinho, estiquei a testa de sua xaninha .. e deixei o grelinho prá fora. Batia o dedo nele , fazendo ele crescer. Ofereci um passeio de lingua no grelinho ..duro de tesão. Beth urrava de prazer. " Gostosa, delícia,estou tesuda por você". Eu saboreava com prazer sua xaninha.

Dava mordidinhas no seu grelinho e batia a língua bem gostoso, além de chupar deliciosamente. Ora abria os lábios da xaninha e passava a língua, ora chupava ela, me deixando deliciar com suas contrações......

Seu grelinho parecia crescer na minha boca e eu a sugava com fome. Quanto mais chupava, mais queria chupar, ela se retesava toda, mostrando gostar do que estava sentindo...... Como se levasse um choque, Beth explodiu num gozo intenso, mordendo as mãos para não berrar de prazer. Fiquei sentindo suas contrações com a boca.

Depois, ela quis me retribuir o prazer que eu havia lhe dado. Tirou meu shorts e minha calcinha empapada , e lambeu minha xaninha, me fazendo gemer sem parar..... Ela separou meu rabinho e passeou a lingua no meu cuzinho,me fazendo delirar. Chupando loucamente minha buceta, foi colocando um dedo no meu cuzinho ,enfiando até o fundo........ Não resisti e gozei inúmeras vezes na sua boca e no seu dedo, porque ela não parava de me foder. Nos beijamos deliciosamente e minutos depois, excitadas novamente, encaixamos nossas bucetas, nos esfregando num vai e vem frenético. Nos apertamos muito,uma lava fervia dentro de nós.

Gozamos juntos, nossos corpos ficaram tremendo. ... Logo depois ela foi embora,nos encontramos de vez em quando mas nunca mais ficamos juntas .


 


 

Wanda, Nossa Empregada

conto de Tê (morenakaline@hotmail.com)


 

Wanda era nossa empregada já há algum tempo, 24 anos, morena, seios grandes e durinhos e uma enorme bunda, além de sua simpatia... Difícil não notar como papai babava por ela, principalmente quando ela passava com uma sainha mais curta ou um short apertado. Mas, coitadinho, eu sabia que ele não tinha a menor chance com ela, pois ela era uma moça séria e ainda por cima noiva......Como eu era ingênua... Certa tarde cheguei bem mais cedo do colégio, louca pra tomar um banho e comer alguma coisa. Subi, tomei meu banho rapidinho e desci à procura de Wanda na cozinha. Ela não estava... Foi aí que eu ouvi uns gemidos vindo do quarto dela......- Danada trouxe o noivo pra transar com ela aqui em casa - Eu pensei. ....Pé ante pé, fui até a porta do quarto que estava entreaberta, afinal não ia

ter perigo de ninguém aparecer tão cedo. Olhei pelo vão e meu queixo caiu.....Lá dentro, meu pai fodia vigorosamente nossa deliciosa empregada. Wanda, de quatro, segurava na cabeceira da cama de solteiro, enquanto papai se deliciava com sua xoxota. Os gemidos dela, pelo jeito, o excitavam muito, pois quanto mais ela gemia, mais ele acelerava seus movimentos de vai e vem............Não demorou muito, enterrou o dedo em seu rabo, ao que ela gemeu mais forte. O dedo logo foi substituído pelo caralho duro de papai. Pareciam dois animais no cio. Eu passei de uns poucos segundos de uma raiva imensa, pelo que os dois estavam fazendo, a um calor delicioso que se espalhou pelas

minhas coxas e molhou minha xoxotinha, tornando-a quente. ..........Lá dentro, os dois gemiam como loucos e não demorou muito para papai encher seu rabinho de porra, enquanto o corpo dela estremecia de prazer. Ele a beijou e começou a se vestir, tive de sair dali bem rápido, subi para o meu quarto e me joguei na cama. Lá em baixo podia ouvi-la se movimentando, com certeza preparando o almoço................

A lembrança daquelas cenas estavam bem frescas na minha memória, não pude fazer outra coisa a não ser uma deliciosa siririca. Meu dedo massageando meu grelo duro e inchado de desejo. Logo eu estava lambendo meu gozo que melava meus dedos. Mais calma, mas ainda não satisfeita, desci para a cozinha e a encontrei na pia. Usando um shortinho enterrado em sua bunda gostosa e um top apertado, que deixava seus seios maiores ainda. .......- Oi, Wanda!............Ela se voltou assustada..............- Que é isso, menina? Quer me matar de susto?

Ela sorriu, perguntou se eu tinha chegado fazia muito tempo e eu respondi que não, me sentei à mesa e brinquei com a comida............- O que aconteceu como você? Está quieta hoje? .........Minha mente realmente estava em outro lugar, mais precisamente no quarto

dela. Sem dizer nada, voltei pro meu quarto querendo mais. Levantei minha saia e voltei a me masturbar. Na pressa do prazer, nem lembrei de fechar a porta do quarto. Levei um susto ao me deparar com Wanda parada na porta, olhando fixamente pra minha bocetinha peludinha e brilhante pelo suco que soltava de tanto tesão. Rapidamente, ela se ajoelhou em frente à cama e caiu de boca na minha xana. Eu não tive reação, a não ser a de gemer quando senti sua língua macia deslizar pela minha fenda e parar para brincar com o meu

grelo. De um suave passar de língua, logo começou a sugar meu grelo e enfiá-la na minha bocetinha... meu corpo tremia. Não demorei a derramar meu gozo em sua boca... ela lambeu tudo. Se levantou e, me olhando com uma carinha de safada que eu nunca havia visto em seu rosto, disse: ...............- Hum, acho que hoje eu vou ter de te ensinar algumas coisinhas...........Foi tirando o short, mostrando sua bocetinha carnuda e depilada, libertou os seios do top e deitou ao meu lado me beijando. Sua língua entrou na minha boca e brincou com a minha, eu podia sentir ainda meu gosto nela. Suas mãos percorriam o meu corpo ainda vestido, apertando meus seios, minha bunda, mordiscando meu pescoço e meus seios por cima da blusinha que eu usava..............Finalmente, sua mão encontrou o caminho tão desejado. Acariciou

deliciosamente meus pêlos, deslizou o dedo pelo meu grelo e enterrou em minha xoxota, me beijando. Passou a fazer movimentos de vai e vem até que me olhou surpresa por descobrir que, apesar dos meus dezessete anos, ainda era virgem. Sorriu!...................- Hum, cheguei bem na hora. Agora você vai ser a minha putinha e teu cabacinho vai ser meu logo, logo. ............Com desejo redobrado, voltou a me beijar, tirou minhas roupas e passou a.mamar meus seios, enquanto eu acariciava os dela. Me pondo de quatro, ela se .pôs a acariciar minha bunda e a lamber minha xana, que estava encharcada, se colocou em baixo de mim dizendo que a primeira lição seria um 69 e que aprenderia como chupar bem gostoso uma bocetinha. ..........Sua língua já estava dentro de mim e eu não me fiz de rogada: fiz a mesma coisa, mamando gostoso sua xoxota encharcada. Nossos gemidos se misturavam... Os corpos estremeciam de prazer... Se movimentavam cada vez mais rápido...Podia ouvi-la dizer palavras desconexas e gemer mais a cada chupada que eu dava no seu grelo..............Logo senti sua língua descer pelo meu rego e finalmente brincar com meu anelzinho que estava piscando. A língua foi substituída pelo dedo...........- Isso, minha putinha, rebola gostoso! Sempre soube que era disso que você gostava! - e passava a enfiar todo o dedo em movimentos rápidos.........

Como boa aluna, logo fiz o mesmo com ela. Gemeu gostoso: ......- Isso meu bem, que delicia!.......Não demorou para nós duas despejarmos nosso gozo na boca uma da outra..........Ficamos ali, abraçadas num beijo gostoso. Ela me pegou pela mão e me levou ao banheiro para um banho. Me ensaboou sensualmente... Meus seios, minha barriguinha, passou o sabonete pelo meu rabo, deixando-o bem lubrificado,

enterrou um pouco o dedo, me deixando louca de desejo novamente. Em troca, passei a massagear seu grelo e ficamos nessa brincadeira até gozarmos...........Secamos uma a outra e aí fomos de volta pro meu quarto. Ela me beijou, pegou as roupas e saiu. Não era difícil imaginar ela nadando nua pela casa. ..........Me deitei exausta e adormeci tendo deliciosos sonhos eróticos com Wanda..........Acordei a noite sabendo que logo que meus pais fossem dormir eu teria uma oportunidade de ter mais prazer indo até seu quarto. Mais tarde...