7.14.2009

Salve, salve ! No post de hoje , um conto de San (onde ele relata como realizou uma de suas fantasias) e um conto meu ,sobre uma deliciosa transa virtual.. Beijos, G.


 

***

MANJAR DOS DEUSES

Conto escrito por San - san63@hotmail.com .

" Quando contei o que aconteceu comigo , nao imaginava que tao rapidamente seria contatado por uma leitora, desejando que eu realizasse uma de suas fantasias. Menos de um mês depois que mandei o conto da prima de Goiania, recebi um e-mail de uma garota (Silvia, o nome foi trocado a pedido dela, que me autorizou a escrever o que rolou entre nos) perguntando se poderia me encontrar para nos conhecermos melhor e depois talvez tentassemos realizar alguns de seus desejos. Antes de nos encontrar, avisei que era casado e que amava minha esposa, e que de maneira alguma o que pudesse acontecer entre nos afetaria minha vida ou mesmo a dela. Ela disse que não seria problema, já que tambem era casada, tinha 25 anos e suspeitava que o marido andava botando uns chifrinhos nela, pois raramente transavam e ele não dava muita atencao para ela. Marcamos um encontro num shopping aqui de Brasilia e ela me disse que roupa estaria usando para que eu pudesse a diferenciar das outras pessoas. No sabado eu estava muito ansioso para encontra-la. Quando cheguei ao shopping por volta das 10:40 da manha, fui para um lugar onde eu pudesse ve-la sem que ela percebesse. Ela foi pontual. As 11:00 hs ela chegou com uma blusinha daquelas tipo tomara-que-caia feitas com tecido de bandeira da selecao, deixando a mostra sua barriguinha, nem muito cheia e nem muito reta, aquela barriguinha de mulher casada que esta comecando a se acostumar com a vida de casada, uma mini-saia branca, tamancos altos e uma bolsa onde amarrava um lenco vermelho para facilitar o encontro. Era uma mulher comum no meio de tantas outras. Quando me aproximei, disse: -Espero que nao se decepcione comigo, posso nao ser como voce imaginava que eu fosse. Eu tremia muito, minhas maos estavam geladas. Ela disse que era sincera e me achou simpatico, nem bonito, nem feio. Eu achei o mesmo dela. Ela deveria ter mais ou menos !,73m, 55Kg, cabelos curtos e castanhos, olhos castanhos, nada demais. Conversamos um pouco e ela disse que teria a tarde toda livre, pois o marido e o filho de 2 anos estavam em um churrasco na casa dos pais, e ela nao se dava muito bem com a sogra. Ela me pediu para sairmos dali pois tinha medo de alguem a reconhecesse, e eu que tambem nao queria ser visto, aceitei. -No meu carro ou no seu? Perguntei. Ela pediu para irmos em carros separados ate um lugar mais calmo onde pudessemos deixar um dos carros e conversarmos mais um pouco. Ela me seguiu ate um estacionamento de uma quadra onde mora um amigo meu, e eu sabia que poderia deixar meu carro la sem perigo de roubos. Quando chegamos la, ficamos conversando durante poucos minutos, pois ela estava com muito medo de ser vista por alguem, e como esse mundo e muito pequeno, não a contrariei e sugeri um motel. Entramos no carro dela e ela comecou a me dizer o que jjátinha escrito em um dos e-mails que me mandou, a sua fantasia. Queria ficar deitada na cama toda nua, ficar quietinha, e ser toda lambuzada com mel, cobertura de sorvete, chantily e outras coisas, e depois ser limpa com uma boa lingua, principalmente nos seios, onde sentia um tesao indescritivel e incontrolavel, e depois, claro, ser comida de todas as formas, pois nao aguentava mais a indiferenca do marido. Passamos em um supermercado e compramos tudo que precisavamos, numa farmacia compramos algumas camisinhas e seguimos para o motel. Chegando la, eu já estava muito excitado e nervoso, pedimos um quarto e entramos rapidamente, já não aguentavamos mais esperar. Pedi a ela que se preparasse enquanto ia ate o banheiro tomar um banho. Quando voltei, ela já estava toda nua e deitada na cama de bunda para cima. Não resisti e dei algumas mordidas naquelas carnes gostosas e cheirosas, aqueles dois montes lado a lado com um vale ao meio, onde eu estava louco para me perder. Peguei o mel e comecei a passar sobre aquela bunda gostosa, primeiro deixei cair de gota em gota em cada parte da bunda dela. Que visao maravilhosa aquelas gotinhas de mel escorrendo naquela pele macia. Separei um pouco as pernas dela e deixei cair uma gota bem no seu buraquinho rosa e quando ela sentiu o seu cuzinho deu uma piscada, como se piscasse para mim. Peguei o chantily e espalhei na sua bunda, costas e coxas e tambem a cobertura de sorvete. Pronto. Estava diante da melhor sobremesa que já vi, e o melhor e que nao tinha talher para saborear aquele manjar dos deuses. Comecei a passar a lingua em suas costas e fui descendo devagarinho e sentindo sua pele toda arrepiada, como estava gostoso. Desci ate perto de sua bunda, mas pulei e fui ate a sua panturrilha e dei leves mordidas e chupadas, ela gemia e pedia para nao parar. Fui subindo devagar ate chegar naquela parte onde as coxas se encontram com a bunda, uma carne macia e linda, já sentindo o cheiro de seu sexo se espalhando pelo ar, o que demonstrava que ela já estava ficando molhadinha. Depois que limpei todo o doce de suas costas, virei-a de frente e peguei o mel, o chantily e a cobertura de sorvete e comecei a espalhar um a um sobre aqueles peitos que ate agora nao tinha visto, que delicia. Os mamilos eram pequenos e os seios durinhos. Coloquei bastante doce sobre os seios e barriga, entao pedi que ela fechasse os olhos, pois tinha uma surpresa e seria mais excitante se ficasse um pouco de suspense, ela concordou. Peguei um pote de sorvete que tinha comprado sem que ela tivesse visto e coloquei um pouco sobre a sua vagina. Ela deu um pulo e gritou alto de susto. Depois de acalmar-se deixei o sorvete la em cima de sua bucetinha e fui lambendo sua barriga ate chegar aos seios (Ela parecia um manjar, toda branquinha, com aquele doce em cima de seus peitos). Ela parecia que ia gozar so de sentir minha lingua em seus peitos. Acho que o sorvete derretendo na sua buceta e escorrendo no cuzinho contribuia para a excitacao dela. Chupei aqueles mamilos durante muito tempo enquanto esfregava sua xaninha ate ela não aguentar mais e gritar pedindo para enfiar meu cacete nela. Coloquei a camisinha e mandei ver com forca e ela pedia cada vez mais. Gritava que estava adorando e que há muito tempo não sentia um cacete gostoso e com tanta vontade em sua buceta, que o corno (ela mesma dizia) do marido nunca conseguiu proporcionar tanto prazer a ela. Coloquei ela de quatro na beira da cama, fiquei de pe no chao e meti de novo. Ela mexia a bunda com tanta beleza que eu não ia resistir por muito tempo. Ela comecou a gemer e ficar mais ofegante e anunciou que ia gozar. É lindo ver uma mulher gozando como uma louca. Não aguentei mais, tirei meu cacete de dentro dela, tirei a camisinha e gozei em cima de sua bunda. Depois que terminamos ela disse que estava muito satifeita e queria ir embora logo. Tinha medo de chegar atrasada na casa da sogra, pois tinha que pegar o marido e os filhos. Não a contrariei e fomos nos arrumando para ir embora. Ela perguntou se podia me encontrar novamente e disse que era so me mandar um e-mail e marcarmos um lugar para encontrarmos. Se voce e mais uma mulher que quer realizar um tipo de fantasia como este. Escreva-me san63@hotmail.com .

* * *

CLARA

(escrito por Gabriel - narcisosantos@hotmail.com )


 

Conheci Clara na sala de bate papo, "sexo por telefone", Ela usava o nick de Clara Casadinha e eu de Cachorro Safado. nós fizemos uma amizade virtual.Depois de muito tempo "conversando" ,ela ainda relutava em se abrir comigo embora soubesse quase tudo de mim. Até que falou sobre algo que a estava incomodando : embora amasse muito o seu marido e o seu casamento estivesse bem,ela não estava se excitando com ele. Ela me disse que ele havia mudado muito e o sexo tinha caido no lugar comum..Clara me dizia que gostava de transar em lugares publicos, de se expor ao perigo,. O risco de ser descoberta e imaginar que alguem a estivesse vendo, fazia com que ela ficasse muito excitada...Depois que se casou, o seu marido não atendia mais às suas fantasias....Eu pedi para que ela me deixasse ler um conto erotico para ela ,como sempre faço nas salas de sexo por telefone...Ela hesitou.. Só alguns dias depois, .naquela quarta feira,de madrugada, ela me pediu prá ligar prá ela e ler um conto .Li dois..Quando acabei de ler ela me disse :

- que voz bonita vc tem, disse Clara., to começando a ficar excitada

- vc também,sua voz é suave..gostosa, eu disse.. pq vc não se toca, enquanto eu leio mais um ?

- vc é louco...

- apaga as luzes..

- apaguei..

- sua pele é tão macia como sua voz ?

- é,

- imagino seu corpo lindo,macio,seu marido é um cara de sorte

- eu também, ele é um gato

- passo a mão pelo seu rosto..devagar.

- eu sinto..sua mão gostosa...forte e suave

- passo a mão na sua nuca

- gostoso..estou sentindo pela sua voz

- cabelo gostoso, perfumado.

- não se aproxima assim..

- hum, que delicia..deixa eu cheirar seu pescoço

- ai, nao faz isso, tá encostando muito..tou sentindo seu nariz no meu pescoço

- vc gosta ?

- adoro..

- e esses lábios deliciosos ? eu não resisto,não

- ..que tentação..queria me beijar de verdade ?

- queria..sente ..hum...

- .........sinto...me beija de novo..me abraça

- assim ?

- hum, hum...

- te imagino com um beijo delicioso, clara, desses que penetram na alma da gente..

- o seu também..sua lingua me invadindo..

- o seu marido pode aparecer agora e ver a gente se beijando..agarrados..

- ahh, pode, a qualquer momento..

- vou passar a mão pelo seu corpo.como está vestida ?

- com uma calça jeans e de camiseta..

- enfio a mão por dentro da camiseta e toco suas costas..seus seios..

- gabriel, ,estou ficando excitada..

- desço a lingua pelo seu colo, sua barriguinha

- ah..aiii,.que tesão...

- tira o soutien, clara..quero que tire o soutien e toque seus seios..

- espera...tirei..estou tocando meus seios agora

- imagine meus labios nos seus mamilos...ahh, vc me deixa louco..vc é muito gostosa..

- gabriel, vc nunca falou isso..

- estou com tesão por vc..seu marido pode te pegar a qualquer momento acariciando seus seios..

- pode..não quero parar..

- tira a camiseta..tira...

- não posso...não posso..

- tira, tira imaginando que eu to tirando

- .vou tirar...pronto

- vc é linda..chupo seus seios

- o que vai fazer comigo, ? me diz !!

- lamber todo o seu corpo,chupar sua bucetinha,morder suas nadegas,sentar vc no meu colo, de frente pra mim..te comer bem gostoso, te colocar de quatro e te encoxar..esfregar meu pau no seu cuzinho..

- ai, tesão....chupa meus seios...eu adoro

- ai, que peitinho gostoso...ahh

- chupa assim..ai, que loucura..acho que estou ficando louca..morde assim, devagarinho..delicia..delicia..chupa mais..

- clara..

- humm, fala,...

- cade sua mão ?

- o que voce quer dizer ?

- abre o ziper de sua calça,quero que abra..imagina minha lingua na sua virilha

- não posso..não

- abre..enfia a mãozinha e toca seus pelinhos..só toca os pelinhos,vai clara

- abri, estou tocando, imaginando que é vc

- isso... desce mais,,mais...assim... desce a calça

- nao posso, tesão, vou ficar pelada aqui na sala

- entao eu tiro....desço ela devagar...acariciando suas pernas

- tirei, tesão....estou de calcinha

- só ?

- só..me acaricia por cima da calcinha

- acaricio ,clarinha..agora desce a calcinha..passa o dedo levemente nos labios da xaninha..imagina que é minha lingua

- to passando..humm..

- acaricia o grelinho, imaginando minha boca

- estou acariciando...nem acredito,ooo,estou pelada aqui na sala me masturbando.. alguém pode me ver...estou adorando vc..

- mas vc se excita assim, nao é ? a sensação do perigo faz subir sua adrelina..lembra que me contou como foi a primeira vez que vc gozou ? lembra ?

- lembro....

- continua se acariciando, me conta de novo

- eu estava com um garoto no meu quarto, a gente tava transando..eu já tinha transado antes ams nao tinha gozado..de repente, minha mãe abre a porta..estava escuro e ela nao viu nada..meu coração bateu apressado.minha adrenalina subiu ..

- imaginar que vc pudesse ser surpreendida a qualquer momento, aquela sensação de perigo te vez ficar excitada, não foi ?

- foi, fiquei louca de tesão,

- transou que nem louca, lembra que me disse ? que gozou várias vezes ?

- lembro , uhnn uhnnn

- tá sentindo a mesma coisa agora, não está ?

- estou ...tesão, estou louca.....huhnn.. eu vou gozar..não aguento

- vá em frente.. goza prá mim...goza , clarinha...

-ahhhhhhhhhhhhhhhhhh! gooozoo!toooo goooozaaaannnndoooo !!!

- .goza ,safada, goza prá mim.....

- .....alô, tesão ? gozei gostoso, obrigada

- que bom...

- um beijão,gabriel , espero que a gente se fale depois

- tchau..

Nenhum comentário: