2.25.2009

--MARION

por Gabriel - narcisosantos@hotmail.com

Quando namorava com Gê,eramos bem abertos com relação ao sexo.Ela tinha uma amiga chamada Marion : uma deliciosa mulata, seios grandes, redondos e firmes, bunda arrebitada e redonda,, pernas bem torneadas, cabelos crespos e claros e lábios carnudos e bem delineados., biquinhos dos peitos duros, quase saltando para fora, e tinha pés gordinhos.e pequenos, fiquei louco pra morder aqueles pezinhos .. Quis conhecer melhor a Marion. Aquela mulher cor de chocolate, gorda, de bunda grande, coxas grossas e seios fartos mexeu comigo. Queria aqueles seios na minha boca, me lambuzar naquela pele cor de chocolate. Só eu e ela,eu morria de tesão. Disse isso para Gê.Quando a gente fodia ela contava com detalhes como transava com seu noivo e me pedia prá contar o que eu faria com marion. Isso nos deixava loucos de tesão e fodiamos que nem loucos.
Uns dias depois, Gê ligou para Marion e me passou o telefone. Eu pedi um encontro com ela. Marion me disse tinha agora um relacionamento estável e não via sentido em sair comigo . Mas conversamos um pouco.Era simpática e agradável. Sua voz delicada e sensual me deixaram de pau duro. Quando desliguei o telefone, Gê começou a passar a boca nas minhas coxas, aquela língua quente foi subindo pela lateral do meu short e com toda pratica e tesão ela colocou meu cacete prá fora e então ela começou a chupar meu caralho como uma louca sedenta de prazer.Fodemos loucamente nesse dia...... Depois disso,sempre Gê pedia que eu ligasse prá Marion e lhe disesse como gostava dela,como estava doido por ela.Eu obedecia, sempre ao ouvir a voz de Marion ficava de pau duro e Gê cobria os meus olhos e metia comigo, gozando várias vezes,me pedindo pra imaginar os seios enormes de Marion na minha boca. Insisti por várias vezes e Marion não aceitou se encontrar comigo, então eu fui esperá-la na saída do seu trabalho,num escritório. Marion ficou surpresa mas,aceitou conversar comigo .... Ela estava apetitosa, com uma calça apertada e um decote ousado. Repetiu o que me disse por telefone. Sua simpatia e delicadez, seu olhar, seu sorriso e seu jeitinho me deixaram mais e mais encantado. Deixou-me acompanhá-la só até o carro.Eu estava louco de tesão, meu pau estava durissimo.O estacionamento estava escuro e vazio,eu decidi ir para o tudo ou nada.... Na hora de ir embora,beijei-a com fome, sede, tesão, prazer,num beijo habilmente roubado. Suguei aquela boca deliciosa,sugando sua lingua loucamente.Ela se afastou, insisti num segundo beijo ,que ela também refutou e num terceiro mais demorado, que ela correspondeu. ... Encostei-a no carro Ali, ela sentia a pressão do meu pau . Sem resistência, ela foi retribuindo as caricias e sentindo meus dedos explorarem seus seios enormes.Ficamos bastante tempo naquele amasso delicioso.Alisei sua bunda e com a outra mão, abri sua calça e passei a esfregar sua xaninha por cima da calcinha rosa .Ela chupava meu pescoço, me fazendo quase gozar.Enfiei a mão dentro da sua calcinha. Aquela a1tura, os pelinhos da xoxota estavam todos na minha mão, molhadinhos. Ela gemia e me pedia prá não parar, o estacionamento estava deserto e estavamos num lugar mal iluminado. Desci a calcinha dela e esfreguei seu grelinho e enfiei um dedo dentro dela , arrancando gemidos de prazer dela. Aumentei o ritmo, procurando me igualar aos movimentos de seus quadris .Marion me abraçou tão forte que fiquei sufocado. Não queria que eu parasse .Ficamos abraçados pôr um bom tempo.Desci sua blusa e chupei seus enormes seios.Acelerei mais ainda os movimentos e logo Marion estava gozando, podia ver isso nos gemidos dela e na forma como se contorcia . Foi a vez dela retribuir .Puxou-me para dentro do carro e deu-me um completo banho de língua, demorando-me em minhas partes mais sensíveis, fazendo-me gemer continuamente. 0 pau em riste parecia uma pequena tora fincada no chão e Marion demorou passando a língua em sua base até deixar os pentelhos completamente molhados. Afagou e beijou as bolas com delicadeza, me deliciando em senti-lo tesudo na sua boca. Chupou de leve a cabeça rosada do pau em brasa e a mordiscou .Retesei a bunda e estoquei o cacete em sua boca, louquinho para ser engolido. Ela começou a suga-lo rapidamente, esfregando as mãos na parte próxima da base, as vezes colocando-o inteiro na boca. Fiquei alucinado, movimentando-me com bombadas certeiras e deliciosas, e não demorei para gozar, despejando meu liquido em sua boca. 0 leite cremoso jorrava como se fosse uma bica e ela agia rapidamente, engolindo cada gota . Alucinados,saimos dali e fomos para a casa dela. Ficamos abraçados,nos beijando, eu lambi e beijei cada pedacinho daquele corpo enorme .aproveitando ao máximo a sensação de prazer que nos dominava. Marion ,já com tesão novamente,agarrou-me beijando-me demoradamente a boca,.Deitei-me sobre ela, Estiquei a mão até o pinto e passei a roça-lo no seu cuzinho e na sua boceta, alternadamente . . Enquanto brincava pincelando seus buraquinhos, ela mordiscava desesperadamente meus ombros, meus lábios e implorava que eu a fodesse logo, para que a penetrasse sem demora. Então encaixei a pica na xoxota e penetrei-a numa só estocada, dando inicio a um vaivém que a levou a repetidos gemidos,xingamentos,unhadas e mordidas. Fodemos de todos os jeitos,gozamos juntos com ela em cima de mim, eu vendo maravilhado aqueles seios enormes balançando. Marion prometeu me dar o seu cuzinho numa outra oportunidade. Quando fodo com Gê ela me pede para dizer como vou comer o cuzinho de marion e goza várias e várias vezes.

*****
SEXO ORAL NA VOLTA DO TRABALHO (molhadinha I)

molhadinha_pr@hotmail.com

Sou VICIADA nesse blog ...todos os dias quando chego cansadinha do trabalho eu enquanto leio os contos eu sento com uma perninha apoiada no braço da cadeira e fico mexendo no meu grelinho, sentindo ele inchar na minha mão até que eu goze... Sempre esperei um dia que tivesse uma boa história para contar, uma história que fosse realmente verdadeira e recheada de detalhes. Assim, outras pessoas poderiam desfrutar do prazer que eu sinto quando leio algum conto realmente bem escrito. ......Bom, meu dia chegou e eu voltei para casa feliz da vida e querendo muito dividir essa deliciosa aventura com vocês. O meu trabalho oferece Vans para nos levar em casa, posso assim deixar o carro em casa e aproveitar a companhia dos meus amigos de trabalho ao invés de me preocupar com engarrafamentos. Na última quinta feira eu entrei na van e um rapaz (que eu nunca tinha encontrado) sentou no banco da frente...todos desceram. Ficamos eu, o rapaz e o motorista.....Não sei o que aconteceu, eu tinha uma vontade enorme de tocar uma siririca bem gostosa, minha xaninha pulsava e quando eu vi eu estava com a mão entre as minhas pernas, por debaixo da saia (rasguei minha meia calça na altura da calcinha) e com meu blazer por cima... Comecei a sentir meus dedos percorrerem toda a minha xaninha...as pare'des dos lábios, vermelhinas e molhadinhas, meu grelinho que me deixa cheia de tezão quando encosto nele...e minha grutinha apertadinha e gostosa... A van parou do lado de um ônibus e eu tirei a mão da xaninha para que ninguém visse...O rapaz da frente que estava com a mão no encosto de cabeça da poltrona virou para mim e somente olhou ( depois ele diria que sentira cheiro da minha xana)...teria ficado só no olhar se eu não tivesse tido um impulso louco e incontrolável de pegar a mão dele e chupar seu dedo do meio...que tesão, sentir uma pele que não é minha na boca me estimulou. Ele ainda assustado mas já cheio de tesão, pulou para o banco de trás... Minha boca foi direto para os seus lábios carnudos e gostosos e minha lingua se mexia dentro de sua boca com um tesão que nunca senti, mordidinhas no pescoço, no lábio e senti sua lingua no minha orelha me arrepiando toda... Minha mão sentiu todo o volume que me aguardava, comecei (ainda por cima da calça) a fazer movimentos bem lentos de vai e vem...as suas mãos por debaixo da minha blusa, sentiam meus seios, quentes, pontudos e gostosos, senti ele mamando cada um dos meus seios com carinho alternados com tezão...sentia sua lingua fazendo movimentos de sucção no meu biquinho , enquanto sua mão preparava o outro biquinho pra receber sua boca, de repente ele mordia meu bico e puxava com ele entre os dentes... ... Comecei a arrastar meus lábios molhados pelo torax dele e mordi seu biquinho com carinho...enquanto minhas mãos abriam o zipper da sua calça....as mãos dele agiam rápido...logo, logo senti sua mão mexendo na minha xaninha, eram três dedos no grelinho mexendo...depois um dedo dele entrou na minha grutinha enquanto eu punhetava ele já com a cueca abaixada, mexia devagar e derepente acelerava e passava meu polegar na cabecinha ...ele ia a loucura...então ele abaixou no chão da van, minha saia já estava na cintura e arrancou minha meia e minha calcinha, pôs no bolso do casaco e falou "essa eu levo pra casa"... Ajoelhado ele começou a passar a lingua quente na virilha, onde fica o elastico da calcinha...eu tava entregue a ele...ele mordiscou minha xaninha e sem abrir ela com as mãos como "eles" fazem, enfiou a lingua até alcançar o grelinho...e ficou ali com as duas mãos nos meus seios, mexendo, apertando, brincando com os biquinhos enquanto eu punhetava ele com os pés...a sua linguinha mexia tão gostoso que ia lá do iniciozinho até a entrada da grutinha...eu mexia meus quadris como se ele estivesse me penetrando...e estava... De repente ele colocou enfiou um dedinho dentro da minha xaninha e começou a lambuzar o dedo da outra mão no meu tezão, ele simplismente enfiou o dedo no meu cuzinho e coordenava os dedos nos meus buraquinhos e a lingua no meu grelo...Senti que ele havia enlouquecido de tezão, quando ele começou a morder meu grelo...chupava como quem toma refrigerante no canudinho...com força. Gozei! Tremia meu corpo todo...minhas pernas tremiam....e eu mordia minha mão para não gritar... Outro beijo delicioso na boca e eu estava perto da minha casa...terminei de punhetar ele com a boca...enfiava seu pau quente, gostoso, e grossinho dentro da minha boca escorregando pela lingua e o céu da boca, na volta trancava o pau dele entre meus dentes bem levinho e chegava até a cabecinha onde brincava com minha lingua...quando senti que ele gozaria, ao invés de aumentar o ritmo eu diminui e ele ficou louco..quando estava se acostumando com a velocidade da minha punhetinha eu acelerei e ele gozou tão forte que até eu me assustei.... O motorista chegou na porta da minha casa e deu desci da van ainda com as pernas bambas e uma vontade enorme de sentir um caralho invadir minha bucetinha...cumprimentei os porteiros, entrei no elevador. Só de lembrar do que aconteceu, começo a sentir-me molhadinha e não resisto e coloco o dedinho em movimentos circulares no meu grelinho..sinto uma dormencia gostosa...ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh . (escrito por "Molhadinha"- molhadinha_pr@hotmail.com )

Nenhum comentário: