10.22.2013

Aventura de Alena : Meu 1o. Menage

bth y Alena

Olá Pessoal, como estão ?
Bem, atendendo a pedidos, estou mandando para vocês mais um relato de minhas aventuras.

Bem, depois daquela primeira . e levemente perigosa transa com Suzana nós duas ficamos ainda mais íntimas. Não vou dizer que passamos a ser namoradas pois não havia aquela coisa forte típica do sentimento de amor. Éramos amigas intimas que dividiam algums momentos de prazer juntas, sem complicações além disso.

Numa tarde, depois de transarmos ela começou uma conversa sobre fantasias sexuais.

Ela me perguntou : "Alena, você tem fantasias sexuais ? "
Eu respondi : " Huummm, não, acho que não, nunca pensei muito a respeito"
Ela então continuou : "Pois eu tenho uma que a tempos passa por minha cabeça "
De imediato perguntei :  "Qual ?
Ela continou : "Transar com um garoto de programa. Jovem"
Eu : "Vai trair seu marido ? " ( É curioso mais no momento nenhuma de nós duas considerava o fato de fazermos amor como uma traição ao marido dela )
Ela : " Não acho que seja traição. Será só sexo, eu tenho quase certeza que ele também deve se utilizar de putas de vez em quando. Por isso há tempos só transo com ele de camisinha"
Eu : "E por que ainda não realizou ? Tem medo ? "
Ela : "Exatamente . E quero tua ajuda ."
Eu : " Eu. Como vou lhe ajudar com isso ? "
Ela : " O medo que eu tenho é de dar azar e pegar algum maluco e ele fazer algo de ruim comigo. Mas se fomos duas fica mais difícil, entende ?"
Eu : " Você quer que eu vá e fique olhando vocês transando para ver se está tudo bem ? Eu não sou voyeur ."
Ela : "Não Alena. Quero que transe com ele junto comigo. "
Eu : "Você tá brincando. Nós duas, com um cara ? "
Ela : "Isso, nós duas. Imagina como vai ser gostoso. O que eu sonho nesta fantasia Alena é que poderemos nos preocupar apenas com nosso prazer, ele estará lá só para nos servir. Fará o que mandarmos ele fazer. Eu por exemplo quero ser beijada nos pés, dedinho por dedinho"
Eu : "Suzana, você quer mesmo ? Bem, eu nunca tinha pensando em fazer algo assim. Mas por você eu farei. Quem será o gato ?  "

Dito isto caímos na risada e ficamos  fazendo carinho uma na outra por mais um tempo.

Durante dias visitamos site de acompanhantes, ligamos para os anúncios de jornal e cada dia ficávamos mais excitadas com a idéia.

Numa sexta-feira Suzana me liga em casa dizendo que havia encontrado o que ela queria. O anúncio do rapaz trazia o endereço do site onde havia fotos dele.

Era moreno claro, 1,70 , um corpo bem definido e foi bem educado e tranquilo na conversa que tivemos ao telefone.
Dizia ter 25 anos e que fazia programas a 2 anos. Suzana ficou animadíssima e decidiu que seria com ele.

Combinou para o sábado da semana seguinte . No dia combinado Suzana saiu de casa por volta das 10:00 , ela me pegou às 10:30 e ficamos passeando juntas até às 12:30 e então seguimos para o local combinado para o encontro com o rapaz.

Nós o pegamos no local combinado e de lá até o motel conversamos amenidades.

Ao chegarmos ao motel Suzana escolheu uma suite super luxo. Assim que entramos na suite o rapaz, profissional que era,  já foi dizendo que iria tomar uma ducha.

Suzana pediu duas garrafas de vinho branco e nós duas nos despimos, deitamos na cama  e nos cobrimos com os lençois.

O rapaz voltou em uns 15 minutos e nós duas já estávamos bebendo vinho e dando risadas. Ele estava apenas de sunga e por alguns minutos eu e Suzana ficamos observando seu corpo. Era bem definido mas não muito musculoso, ele não tinha o rosto muito bonito mas o conjunto era agradável, ele tinha mais ou menos a minha altura.

Para quebrar o gelo ele perguntou : Vocês gostariam de começar com uma massagem, eu tenho um óleo bem relaxante aqui na minha bolsa.

Eu e Suzana nos olhamos sorrimos e falamos ao mesmo tempo : Adoraríamos.

Ficamos deitadas de bruços e puxamos o lençol até  a altura de nossos bumbuns. Pedimos para ele começar no pescoço e massagear até as costas.

Ele então começou com a Suzana, passou um pouco do óleo em sua nuca e foi massageando nuca e ombros. O efeito na Suzana foi imediato ela já sorria e gemia satisfeita.

Em seguida o rapaz fez o mesmo em mim mas ai ficou revezando, às vezes com uma mão em mim e outra em Suzana, também adorei o toque e fui ficando excitada.

Suzana também demostrava estar gostando e com a ajuda do vinho foi ficando mais solta e depois de um tempo falou : Agora quero massagem em meu bumbum, coxas, pernas e pés.

O rapaz então foi puxando lentamente o lençou e olhou fixamente para a bunda de Suzana que já denunciando as intenções abriu um pouco as pernas permitindo-o também ver um pouco de seu sexo. O rapaz olhou para mim como que perguntando se eu queria o mesmo e eu sorri e respondi afirmativamente.

Para massagear meu bumbum o rapaz encheu a mão com o óleo e despejou tudo sobre meu reginho, espalhando rapidamente sobre as duas partes , ele me deixou ensopada .
Apesar de seus movimentos rápidos o óleo também escorreu para minha xaninha  indo se misturar com os líquidos que já minavam dela.

Ele fez a mesma coisa com Suzana que estava cada vez mais excidada e enquanto era massageada arrebitava a bunda permitindo ao rapaz também tocar sua buceta e assim masturbá-la um pouco.

O rapaz seguiu com a massagem por alguns minutos espalhando o óleo por nossas coxas , pernas e pés.

Neste instante Suzana pediu a ele que beijasse e chupasse os pés dela e ele fez isso como se fosse a coisa mais gostosa do mundo. Suzana já gemia de prazer e já buscava minha boca e também acariciava meus seios.

Eu fiquei impressionada ao ver a excitação e o prazer que Suzana sentia ao ser beijada nos pés , após alguns minutos seus pés já estavam molhados de tantos beijos e chupadas e ela num movimento virou-se , ficou de quatro e ordenou ao rapaz : Me come .

O rapaz, rapidamente colocou a camisinha e ficou de joelho atrás de Suzana e começou a penetrá-la.

Suzana estava extasiada e denunciava seu prazer a cada estocada do rapaz em sua buceta. Ele também alisava sua bunda e costas e a cada instante Suzana forçava mais seu corpo contra o pênis do rapaz, querendo que ele fosse mais fundo dentro dela.

Eu fiquei observando a cena e me masturbando por uns poucos minutos até que Suzana sussurrou que queria me devorar. Eu me ajoelhei em frente a ela e passou a vasculhar minha buceta com a lingua.

A cada estocada do rapaz nela ela também tentava ir mais fundo dentro de mim.

Eu podia ver a buceta de Suzana ser penetrada e isto me deixava bem excitada, à medida que o prazer aumentava eu fui segurando a cabeça de Suzana e praticamente esfregava todo seu rosto em minha buceta que já estava absolutamente ensopada .

Com mais alguns minutos Suzana anunciou seu gozo. Ela gritou forte e seu corpo todo estremeceu e se arrepiou.

Suzana se libertou do rapaz e foi logo dizendo, agora é você Alena.

O rapaz ainda não havia gozado e seu membro ainda esta rígido . Ele se deitou eu fui para cima dele cavalgá-lo.

Seu membro estava bem grosso mas minha excitação era tanta que minha bucetinha acomodou tudo sem dificuldade.

Eu fiquei de frente para o rapaz e subia e descia lentamente permitindo a ele apreciar seu pênis surgir e sumir dentro de minha buceta.

Eu logo já estava apreciando aquilo enormemente e fui aumentando o ritmo. Suzana já estava me observando e acariciava minhas costas e minha bundinha.

À medida que aumentava o ritmo meu prazer aumentava, o rapaz apesar de profissional também não conseguia disfarçar o extremo prazer que sentia, seu penis pulsava e ele gemia alto enquanto me fodia e já apalpava meus seios.

Eu sentia meu orgasmo chegando e neste momento já sentia prazer por todo meu corpo. Suzana já desliza sua lingua por todo meu corpo, ora lambendo minha nuca e minhas costas , ora chupando meus seios no que foi acompanhada pelo rapaz.

Eu via os dois lambendo e chupando meus seios, como se eu os tivesse amamentando. Meus mamilos já estavam duros como pedra e a cada lambida que eles davam meu corpo tremia.

Suzana também usava suas mãos e quando sentiu que eu estava prestes a explodir em gozo passou a penetrar meu cuzinho com os dedos .

Ahhh, que delícia foi sentir isso. Ela começou com apenas um dedo mas meu cuzinho foi tão convidativo e minha expressão de prazer tão intensa que em pouco tempo Suzana já tinha três dedos entrando e saindo de mim.

Eu não aguentei isto por muito tempo e por mais que eu quizesse prolongar o prazer minhas pernas já doiam de tanto subir e descer sobre aquele mastro.

Eu gritei várias vezes : vou gozar ! vou gozar ! vou gozar , pois sabia que o rapaz também queria liberar todo o tesão comigo.

Não deu outra , segundos depois explodimos juntos. Seu penis pulsou de tal forma dentro de mim que eu cheguei a ficar com medo da camisinha estourar, ..Suzana também me provocou arrepios com seus movimentos em meu cuzinho, foi quase que um gozo duplo para mim.

Ah, deitei na cama, saciada e exausta.  Suzana também tombou sobre mim pois havia gozado novamente se masturbando.

Ficamos alí deitadas por um tempo. O rapaz se recompos primeiro. Foi ao banheiro tomar uma ducha e já voltou de sunga.  Suzana e eu terminamos com o vinho e apenas nos olhávamos sem nada dizer.

Tinha acontecido como ela queria. Um sessão onde nos concentramos apenas em  nosso prazer. E que prazer tivemos !!!

Mais algum tempo e eu e Suzana banhamos e nos arrumamos.
Ao sair ele disse :  "Ok, quando quiserem novamente é só chamar, vocês são maravilhosas"

Eu e Suzana apenas piscamos para ele e fomos embora. E assim  Suzana realizou sua fantasia com minha ajuda. 

Nenhum comentário: