9.09.2012

Esposa cadela

By: hotmarrius

 

135363 Primeiro vou me aprasentar: sou Fabio 40 anos,corpo normal,nem gordo nem magro e sou casado com Edna há l2 anos,temos duas filhas de 9 e 7 anos,estamos relativamente bem de vida, sou eempresário, e com sinceridade nunca traí minha esposa e achava que ela nunca tinha me traído. Edna tambem tem corpo normal 1,68 de altura, 62 kg, tem cabelos negros e pele bem clara,não é malhada, mas tem um corpo bem gostoso,é macia e meiga, um doce de mulher.Temos sido muito felizes nesses 12 anos de casamento e sexualmente sempre nos demos bem, na cama ela se torna uma mulher bem atraente e sensual,tem os melhores orgasmos quando nota que eu estou bem tarado e quando a penetro vigorosa e profundamente. Tenho um membro de 18x4 e percebo ela se cpntorcer e tremer quando consigo uma posição que o meu cacete toca em seu útero.

De uns tempos para cá, tenho notado minha esposa mais receptiva, se abre gostosamente para me receber e está invariavelmente com a buceta bem encharcada,uma delícia, mas não tenho conseguido tocar seu útero em nenhuma posição,embora perceba que ela mesma fica procurando um jeito de isso acontecer que é o que ela mais gosta.Já fizemos sexo anal,no começo ela achava dolorido,mas hoje ela está bem acostumada e chega a ter ótimos orgasmos com a penetração anal na maioria das vezes sem precisar tocar em sua buceta.Enfim uma otima vida sexual.

Há alguns meses,houve um fato que mudou todo esse comportamento.

Uma tarde, nesse horario minhas filhas estão na escola, tive que buscar em casa alguns documentos de minha empresa.Moramos numa casa térrea que tem um terreno grande e arborizado,parei o carro na rua em frente a casa,abri o portão e a porta da sala e me dirigi a biblioteca para pegar os documentos, notei que Edna não apareceu,não tendo percebido minha chegada, o que era raro acontecer,estranhei mas ppeguei os documentos deixei na sala e fui procurar minha esposa para avisar que tinha entrado mas já estava de saída. Fui pelo corredor que sai da sala até os quartos,passei pelo qquarto das crianças e andei em direção ao nosso quarto que estava de porta aberta,fui vagarosamente para brincar com ela.Quando cheguei na porta do quarto,não entendi mais nada,a primeira coisa que vi foi nosso cachorro Ralf,um Dog alemão enorme que temos desde pequeno,e por baixo dele estava Edna,ajoelhada numa almofada com o abdomen sobre a nossa cama de costas para a porta e Ralf atracado fortemente à ela com as patas envolvendo sua cintura e fazendo os movimentos rápidos de cópula.Ela se abria toda,cravava as unhas no lençol e gemia bem alto,deviam estar começando a foda pois até o momento eu não tinha escutado nada,Ralf movia rapidamente seu traseiro empurrando seu cacete para dentro de Edna,só não dava pra ver se estava no cú ou na buceta porque seu enorme saco estava na frente.Fiquei paralisado na porta sem saber o que fazer,sentia raiva mas ao mesmo tempo tesão com aquela cena bizarra.Edna aumentava os gemidos e dizia:"Aii,meu macho,já está lá,tô sentindo bem fundo,faz em mim faz,sua cadela aguenta tudo,pode fazer bem forte", cravava mais as unhas no lençol enquanto Ralf diminuia os movimentos e ficou agarrado na cintura dela e com o membro animal enterrado em sua buceta,nessas alturas eu sabia que estava na vagina poqque ela havia falado "já está lá" e como a conheço sei que dizia que estava em seu útero.Ela então falava:"Tá bem fundo,hummm!tá crescendo muito,tá enchendo toda a femea meu macho,tá me alargando toda,tá bem engatado na cadela,sua femea quer ser bem recheada com seu semem depois que gozar bastante.Nessa hora com um grito de Edna,Ralf faz um giro,sai de cima dela e virá-se de frente para a porta onde estou,pensei que ele fosse sair,mas não, estava realmente engatado em Edna como os cães engatam em sua cadela.Edna nessa altura era uma cadela no cio recebendo seu macho em suas entranhas e ficando engatada nele,estava totalmente consumada a posse canina numa femea humana que o recebia como uma cadela e gozava como uma puta.Eu ja estava com o cacete duríssimo´só de ver.Edna só falando:"Tá enorme,tá me entupindo toda,tá me estufando toda por dentro,me enche toda,eenche bastante sua femea enche,sua cadela quer sua gala bem fundo"

.Nisso Edna olha pra trás e me vê parado na porta,fica roxa,começa chorar desesperadamente,quer sair daquela posição mas não consegue,Ralf está totalmente cravado dentro dela,ela se desespera e continua chorandopedindo perdão pra mim,com o macho atolado em suas entranhas.Eu sem saber o que fazer mas com o pau ainda incrivelmente duro, tiro minha roupa vou para a cama,mas antes vou verificar de perto como estava o pau do cão dentro de Edna e vejo sua buceta toda dilatada,os lábios vaginais arregaçados e pela abertura vejo uma bola enorme que se formara dentro dela,estava literalmente acoplada ao macho.Pergunto para Edna quanto tempo demora para desacoplar e ela envergonhadamente me responde que no mínimo meia hora.Sento na cama em frente a Edna e ordeno que ela chupe meu cacete,ela ainda envergonhada inicia uma tímida chupeta,aos poucos seu tesão vai aumentando e ela vai fazendo a melhor chupeta que já me fez na vida,de vez em quando sentia seus gemidos no pau quando Ralf se movimentava dentro dela,eu éstou com o tesão a mil e prestes a gozar,ela percebe e quer tirar a boca para terminar com a mão pois nunca bebeu minha porra,rispidamente falei pra ela ir até o fim,que uma boa cadela depois de penetrada engole o semem do macho,isso parece que deu mais tesão nela ela gulosamente continuou a chupada até que comecei a ejacular fartamente em sua boca,ela gemia de uma forma que eu sabia que ela estva tendo um orgasmo fantástico.Meu orgasmo foi tão forte que fiquei com as pernas bambas,mas meu tesão não acabava,só de saber que minha esposa alem de ser boa mulhes era uma excelente fêmea que satisfazia dois machos,com submissão e gozando feito uma perdida.

Subitamente Edna começa a gemer mais alto e me diz que Ralf está enchendo de útero de gal,que ele não parava de espirrar jatos de semem bem dentro de seu útero,as palavras dela não saem mais,ela quase grita e tem outro orgasmo arrasador.Em seguida Ralf se desprende dela e eu olho pro cacete do animal e não acredito que tudo aquilo estava dentro de minha doce esposinha(quando medimos posteriormente tinha 26x3,5 a parte da frente,depois tinha um nó com 9 cm. de diametro e depois do nó mais 4 cm) ela havia recebido nada menos que 35 cm em seu interior.Se eu com 18cm de pau toco em seu útero,imagino que o cão havia invadido totalmente seu útero, oo que deixa Edna totalmente maluca.Depois do ultimo orgasmo Edna tinha praticamente desfalecido na posição que estava,após ver o trabuco que ela tinha engolido fui examinar sua buceta,estava enorme, naquele buraco conseguiria enfiar meu cacete com os culhões e tudo pra dentro dela, a almofada estava encharcada de semem animal e do suco vaginal que Edna expele em abundancia,e ainda continuava sair liquido de seu interior,novamente meu cacete endureceu,passei minha mão em sua vagina,quase entrou minha mão inteira,tirei uma quantidade daquele liquido lubrificante passei em seu ânus e penetrei profundamente em sua bunda fazendo-a acordar rapidamente,quando ela deu por si eu bombava vigorosamente em seu rabo e novamente ela começou gemer,intensifiquei a posse e em pouco tempo estava esvaziando meu saco naquele cú gostoso de Edna que mais uma vez gemendo teve outro orgasmo.

Tinha descoberto minha esposa,mulher,fêmea e cadela.Naquele mesmo dia tive que voltar para a empresa falando a ela que à noite conversariamos,deixei Edna ainda na cama com a buceta cheia de semem canino e com o rabo cheio de meu esperma.Não disse nada a ela que minhas intençoes era vê-la continuar se entregando para o Ralf,pois aquilo foi uma visão fantástica que mexeu fortemente com minha libido,havia tido dois orgasmos fortíssimos em pouco mais de meia hora,mas queria saber o que ela me falaria.

Quando cheguei à noite ela veio correndo me receber, super constrangida pediu perdão novamente,não respondi nada beijei-a e fui ver nossas filhas.Após o jantar ela rapidamente foi colocar as meninas na cama e percebi que estava receosa que eu estivesse para pedir separação devido ao ocorrido.Quando eu já estava na cama Edna veio muito sensual e deitou-se a meu lado e perguntou se havia perdoado ou se aquilo teria abalado definitivamente nosso relacionamento,jurou que nunca tinha me traido com homem nenhum e que eu sabia que tinha sido o único homem em sua vida.Perguntei quando e como aquilo havia começado e pedi para narrar tudo sem omitir nada ,nem tudo o que sentia quando se entregava para Ralf.

Ela então começou seu relato dizendo que não ia omitir absolutamente nada:

"Eu numa tarde estava lavando o quintal,estava de short e aproveitei pra dar um banho no Ralf,em certo momento fui lavar as partes de baixo dele e encostei em seu penis,fui esfregando e passando sabão e percebi que o penis dele era muito longo embora estivesse dentro da capa,cheguei em seu saco com aquelas bolas enormes e imaginei como uma cadela aguentaria tudo aquilo dentro dela,embora ele fosse virgem nunca tendo copulado com nenhuma cadela.Terminei a higiene nessa parte e percebi que ele tinha se excitado e estava com metade do pau pra fora da capa,confesso que aquilo mexeu comigo e instantaneamente senti minha vagina ficar toda molhada,mas nem me passava pela cabeça ter qualquer tipo de relacionamento com ele,mas resolvi brincar com o penis dele pra ver o que ocorreria.Segurei firme o pinto dele e ele começou a fazer o movimento que os cães fazem quando copulam,aquilo foi crescendo em minha mão(comecei a segurar com as duas) e eu não largava porque queria ver até o fim,até sua ejaculação,depois de um tempo fudendo minhas mãos eu segurando firme percebi uma bola quase no fim do pau dele,aquela bola ia crescendo e crescendo e parecia que não ia parar mais de crescer,ficou enorme,do pinto dele ja saiam pequenos jatos a cada poucos segundos,então com uma mão eu segurava o pinto e com a outra a bola para que ele sentisse como se estivesse dentro de uma cadela,agora ue ja sabia porque os cães quando completam a posse ficam engatados,continuei segurando por um bom tempo até que ele se convulsionou e começou a ejacular jatos e mais jatos de um liquido transpatrente e viscoso,era uma quantidade enorme parecia que estava urinando,vi então como era farta a ejaculação do Ralf,acho que encheria uns dois copos. Ele deu um tempo e saiu pro lado e começou a se lamber com o pau ainda enorme,percebi que meu short estava encharcado,havia gozado só de segurar aquela potencia toda em minhas mãos,minhas pernas estavam bambas,ele terminando de se lamber sentiu o cheiro que exalava do meu sexo e aproximou-se com o focinho diretamente para o meu ventre e imediatamente começou a se assanhar,lambia o molhado do meu short e tentava enfiar o focinho por baixo para alcançar minha vagina,eu ja estava ficando maluca, ele continuava,eu não ressti, baixei o short e continuei em pé,ele com aquela lingua enorme começou lamber meu sexo,estava excitadissima e abri um pouco as pernas pra ele me penetrar com sua lingua, em menos de um minuto tive um orgasmo muito forte,fiquei zonza,minhas pernas tremiam,num impulso de lucidez,levantei meu short e corri pra dentro de casa pois ele já estava pronto pra iniciar outra brincadeira.Embora eu tivesse tido um enorme orgasmo minha xoxota ainda estava toda dolorida de vontade de ser penetrada.Naquela noite felismente voce me procurou e eu pude aliviar todo meu tesão.No dia seguinte estava arrependida de ter feito aquilo com Ralf,afinal somos muito felezes,sou super bem casada e isso não era certo pois voce sempre foi otimo marido e amante.Mas a carne é mesmo muito fraca e naquela mesma tarde após deixar as crianças na escola,quando cheguei em casa,tirei toda roupa,puz meu roupão de banho sem nada por baixo e fui procurar Ralf pra ele tocar novamente com aquela lingua deliciosa meu sedento sexo.Chamei ele pra lavanderia ele veio correno parecendo saber o que ia acontecer,eu novamente estava molhada só de pensar no dia anterio,assim que abri meu roupão ele dentiu o cheiro da femea e rapidamente chegou com a lingua em meu sexo começando aquelas lambidas espetaculares,em menos de dois minutos tive um orgasmo fortíssimo,sentei numa cadeira estava tonta,minhas pernas tremiam,me surpreendi com a intensidade dos orgasmos que estava sentindo,olho pro Ralf e vejo ele lambendo seu pinto que estava metade pra fora da capa.Parecia que o diabo tinha tomado meu corpo após o orgasmo que sentira deveria estar totalmente saciada,mas olhando aquele pau enorme e sabendo daquela bola enorme em seu final ao invés de medo minha xoxota foi se lubrificando e ficando dolorida de vontade de ser preenchida,não tive dúvidas,levei Ralf pro nosso quarto,ajoelhei na beira da cama,apoiei meu peito no colchão,levantei meu roupão deixando minha bunda e minha buceta totalmente expostas e aguardei o que Ralf faria,ele aproximou-se e foi com o focinho diretamente pra minha buceta,abri mais as pernas para facilitar o acesso,ele lambia dexde a buceta até o ânos que piscava direto,eu estava impaciente esperando o próximo passo,na verdade ansiava pela penetração que me enchesse totalmente,Palf parece que entendeu pulou em minha costas que estavam protegidas pelo roupão e começou a procurar com a ponta do cacete um lugar onde pudesse alojao aquela vara,me abri mais e com uma mão guiei pra entrada da vagina,quando ele sentiu o calor da vulva envolvendo sua verga movimentou-se rapidamente fazendo o movimento de cópula e vigorosamente me penetrou,eu via estrelas,com duas estocadas vigorosas sua verga já encostara no fundo da vagina tocando meu útero,fiquei em transe,coloquei a mão pra trás e vi que ainda tinha quase meia pica pra entrar,levantei mais a bunda pra me abrir mais buscando tudo aquilo que restava pra fora,eu estava totalmente submissa àquela posse,eu queria tudo,ele com mais duas estocadas fortes foi ao fundo do fundo,se com metade havia tocado meu útero não sei onde estava alojando o resto,só sa bia que estava tudo dentro e sentia ele muito fundo,meusorgasmos se sucediam,tive tres seguidos e outro em seguida,ele em cima de mim querendo enfiar mais ainda,coloquei novamente a mão pra tras pra ver o que ele queria enfiar em mim e estarrecida senti que aquela bola enorme do fim do pau ainda estava fora,segurei a bola mas precisava das duas mãos pra envolve-la,não tinha como fazer isso e fiquei segurando com uma mão pra ele ter a sensação que o nó estava dentro de mim,segurei mais algus minutos e quase morri de tanto gozar quando ele começou a encher minhas trompas e meu útero com sua gala,não parava de ejacular,foi enchendo e enchendo muito,já saia pra fora da buceta e le injetando mais e mais,tive outro orgasmo tão forte que tudo escureceu à minha frente,meu corpo todo, todos meus sentidos estavam na buceta,por alguns segundos apaguei,quando voltei a mim estava ajoelhada na beira da cama com o abdomem apoiado nela,olhei pra trás vi Ralf lambendo aquilo que quase me matou de gozo,sua bola ainda estava grande e eu não sabia como uma cadela podia suportar aquela bola enorme dentro dela.Naquela noite inventei uma desculpa pra não precisar ter relação com você estava dolorida,extremamente aberta e alagada por dentro,totalmente saciada. No outro di ao acordar o mesmo sentiumento de culpa,nao era certo o que ue estava fazendo com voce, passou a parte da manhã levei as crianças pra escola.Na volta no carro lembrando do dia anetrior novamente me excitei,percebi que estava maluca pois meus pensamentos voltavam-se agora pra aquela bola enorme e conclui que se eu estava me entregando para um cão como faz uma cadela eu só seria uma cadela completa se suportasse aquele pau enorme com aquela bola fantastica dentro de mim,pensando assi já sentia dores por dentro,bem no fundo,mas meu sexo expelia seu liquido lubrificante pois era isso que queria.Cheguei em casa como cadela no cio,Ralf com seu instinto farejou isso eem sua fêmea,fomos direto pro nosso quarto,rapidamente me despi,fiquei totalmente nua,queria sentir seus pelos roçando minha pele,nas costas, no pescoço em minha bunda,nem coloquei o roupão mas devido à brutalidade com que ele me possui revesti suas patas com suas meias de tenis,não consegui refleti mais,já era uma cadela,precisava,queria,ansiava pela posse,queria todo aquele vigor,aquela virilidade, queria ser totalmente dominada,explorada viciada,só queria que a penetração se desse rápido,antes que a boila crescesse,pra depois com tudo dentro e bem fundo deixar a bola inflar em meu interio.Coloquei uma almofada pra ajoehar e me coloquei na mesma posição do dia anterior,fiquei no aguardo,Ralf sabia o que fazer,rapidamente montou em mim,me senti totalmente animal com aqueles pelos cobrindo minhas costas,abri minhas pernas e implorava pela penetração, sou mais ansiosa pela posse que qualquer cadela que Ralf pudesse ter,se ele demora pra achar o caminho eu com minhas mãos conduzopara a entrada e êle pra minha felicidade e ao mesmo tempo meu temor estava mais faminto que o dia anterior,me agrarrou firme pela cintura e macho,vigoroso,viril,começou a posse,com dois golpes vigorosos e certeiros alcançou a mesma profundidade do dia anterior,estava bem fundo,coloquei a mão pra verificar e vi que a parte onde se forma o nó ainda esta de fora,estava maluca,tive um orgasmo,mas como cadela eu necessitava da posso completa,abri mais as pernas,arrebitei bem a bunda,me abri toda,me escancarei e o macho implacavel com mais dois golpes fortissimos foi até o fim,gritei alto,urrei tive dores profundas,temi por minha integridade física,poderia ter tido algum orgão perfurado,estava muito profundo,estava dentro do lugar onde sairam minhas filhas,sentia a ponta do trabuco na altura do meu umbigo,a dor foi passando lentamente e ele bem agarrado à minha cintura ainda copulava,somente seus enormes culhões estavam pra fora e parecia que ele queria enfia-los tambem.Estava sentindo e me acostumando com a profundidade da penetração e comecei a sentir outra etapada posse,sua bola cerscendo e crescendo dentro de mim,devagar mas crescendo sempre,ele estatico sobre meu corpo,sentia todo seu peso,sentia toda extensão da posse e aquela bola que não para de crescer distendeu ao máximo meus musculos vaginais,só no parto senti meus musculos tão elásticos,quando parou de crescer senti um alívio, a impressão é que iria me arrebentar por dentro,nisso Ralf faz um giro, eeu grito forte de dor,medo e tambem muito prazer,não queria agora que estava acostumando com tudo dentro que ele saisse,certamente viraria do avesso meus labios vaginais,mas ele desceu,sua bunda encostou na minha e seu saco tocava gostosamente minhas coxas,pra minha surpresa totalmente engatado em mim,achei,quando desceu que sairia de dentro mas meus musculos vaginais tinham envolvido e abraçado fortemente sua enorme bola.Agora sim eu era uma cadela mais do que perfeita pro meu macho,diferente de uma cadela qualquer eu o ajudava na penetração,eu não tentava fugir da posse e principalmente as cadelas tem o cio me meses em meses e o meu cio era diário.Ficamos engatados por muito tempo,talvez uns quarenta minutos,e só de pensar e sentir toda aquela virilade me alargando toda tocando o mais profundo do meu corpo sentia orgasmos e mais orgasmos,durante todo tempo que fiquei engatada gozei quatro vezes,e o melhor estava por vir,quando pensei nisso Ralf comelou jorrar sua gala lá no fundo,fiquei doida,queria berrar a todo pulmão,peguei o travesseiro pra abafar meus gritos e soltei os berros,estava em transe,implorava pra ele não parar de ejacular,não para, não para, por favor eu precido de tudo,eu quero tudo enxerta tudo em mim, insemina meu ventre,esvazia tudo dentro,bem fundo,me prenha,jorra mais quero a última gotada tua gala e tive outro orgasmo,esse fantastico,fenomenal,estrondoso,arrasador.Me sntis totalmente cheia,minhas trompas,meu útero,meu canal vaginal não havia local pra mais uma gota de porra.Depois de ter me enchido ao extremo,seu nó diminuiu um pouco e ele conseguiu se desprender de mim,olhei pra sua verga e não acreditei que aquilo estava dentro de mim e já havia diminuido pra poder sair,estava incredula,temerosa,mas ao mesmo tempo orgulhosacomo fême,poderosa po poderaguentar tudo aquilo e ao mesmo tempo sendo uma fêma submissa,que aguenta a dor,suporta e quer o vigor,a virilidade,o domínio,a entrega total,satisfaz totalmente seu macho e goza,goza muito,ficando totalmente saciada e esperando ansiosamente pelo próximo desafio,com a entrega e a submissão de uma verdadeira fêmea."

Terminou assim seu minucioso relato jurando que nunca tinha me traído com homem nenhum,que me amava verdadeiramente,mas confessou que estava totalmente viciada nessa aberração que é o ato sexual com nosso cão mas que sempre fez que isso não interferisse em nosso relacionamento.Naquela mesma noite enchi sua buceta que estava bem larga com minha porra e enchi tambem sua bundinha pois seu relato me deixou extremamente excitado

(hotmarrius )

8 comentários:

joel671 disse...

eu cê pro que ela nuca vai para por que muito bom eu faço sexo com cachorro deus de 9 anos tenho 47 anos eu sem pre do pro cachorro a sim que poso e muito bom

Olga Martins disse...

Se realmente foi tão dificil essa senhora aguentar a pica do cachorro a primeira vez que foi penetrada por êle, apesar de já ter sido mãe, podem fazer ideia das dores que sofri quando perdi a virgindade, também com um cachorro,lobo de alcácia, de nome tigre, que os meus pais possuiam para guardar a quinta, uma propriedade que mantêm no Alentejo. Tinha eu nessa época l5 anos, nunca havia namorado mas desejava praticar sexo. Actualmente tenho 25 e estou casada á 3. Na ausencia dos meus pais chamava o tigre e comecei por deixar êle lamber a excitação que escorria de entre as minhas pernas. A sua lingua nos meus lábios vaginais provocavam-me um tão grande prazer que só mais tarde tive conhecimento que eram orgasmos. Notei que sempre que me lambia, uma parte da sua pica ficava á mostra e como a ponta era fininha imaginei que se aquilo entrasse em mim não iria magoar. Esperei por mais uma deslocação dos meus pais, chamei o Tigre e depois de o lavar meticulosamente levei-o para o meu quarto. Vesti apenas uma camisola de lã, sentei-me na cama, sem calcinhas, abri a pernas e chamei o Tigre. Êle começou a lamber-me a cona. Eu gemia de prazer e o tigre começou a bombar, tentando montar-me de frente. Afastei-o e coloquei-me de 4, com os pés no chão, o corpo sobre a cama e bati nas minhas nadegas, indicando ao tigre para saltar sobre mim. Êle percebeu, de imediato saltou, e com as patas posteriores atracou-me pela cintura e começou a bombar. A minha sorte era a camisola de lã que me protegia das suas unhas, pois caso contrário ficaria toda arranhada. Por mais que bombasse não atinava com a cona. Algumas vezes tocava-me no cu, mas não era ali o meu desejo. Eu própria tive de encaminhar com a mão para êle meter. Fiquei surpeendida quando agarrei aquilo, porque me pareceu maior e com mais grossura do que tinha visto. Pensei em desistir mas o tesão era muito. Meti a ponta nas bordinhas da cona, segurando para não deixar entrar tudo, mas o tigre rosnou~me mostrando os dentes. Tive medo, tirei a mão e numa bombada começou a entrar. Dei um grito de dor, senti rasgar, parecia um ferro em brasa que estava entrando, tentei sair mas o tigre voltou a rosnar e segurou-me com as patas posteriores. Estava alí á sua mercê, subjugada, porque êle era muito corpulento e com bastante força. As suas estucada eram cada vez mais fortes,o seu caralho continuava a entrar mais a cada estucada, aumentando também em grossura. Eu não estava aguentando, batia-me continuadamente no utero chorava e gritava com as dores, mas ao mesmo tempo sentia prazer. Os orgasmos atenuavam as dores. Em dado momento o tigre deixou de se movimentar. Comecei a sentir alguma coisa aumentar de velume dentro de mim, era a nó que havia também entrado e um liquido que já mais deixava de correr, inundando-me intimamente, mas nada saia porque o nó impedia. Tentei retira-lo de cima de mim, mas não consegui. O tigre virou-se, estavamos engatados, o cu dêle com o meu cusinho, tal como um cão e uma cadela, sempre que êle tentava sair doia-me imenso segurei-o pela cauda, para ficar dentro de mim até o nó murchar, pois além disso, ainda continuava a sentir prazer. Repentinamente, o tigre retirou aquilo tudo de dentro de mim, senti uma dor aguda quando o nó saiu e foi só quando escorreu da minha intimidade uma grande quantidade de langonha canina com sangue á mistura. Com a ingenuidade dos meus 15 anos temi ter ficado grávida dum cão. O que iria resultar? Iria ter cachorrinhos?- Só mais tarde tive conhecimento que tal não era possivel. Durante alguns anos não deixei o tigre penetrar-me. Punhetava-o quando os meus pais se ausentavam. Êle esporrava-se nas minhas mãos e nesses momentos é que vi o tamanho do seu membro. Não o medi, nas era de maior grossura e comprimento que o do meu marido, que mede 20 cm. O nó tinha as dimenções do meu punho. Só quando tive conhecimento não ser possivel engravidar dum cão, repeti a minha aventura com o tigre,o que não foi realmente tão dificil como a primeira vez. Ainda pensei em deixar o tigre meter no meu cusinho, mas tive medo, se o nó também entrasse.

Anônimo disse...

Minha querida deve ser bom levar de um cão, eu tive sempre esse prazer e sempre foi um sonho para mim, ás vezes até penso comprar um para ter relações com ele mas nunca tive essa coragem, tenho dias que vou á net para ver sexo com animais e me masturbo muito,pois só assim me consolo,mas sonho muito com isso, não tenhas medo que não engravidas, porque nós não somos conpativas, por isso consola-te muito e por mim.

Anônimo disse...

ola muito bom o conto do marido da Edna e da Olga.. eu tenho tesão em ver ao vivo uma mulher engatada com um cachorro. só vejo nos videos.. tenho um dog rwtweiller.

Anônimo disse...

maravilhado e excitado, fiquei todo molhadinho e muito tesão no meu cuzinho..as vezes lendo contos e vendo vídeos fico taradinho com muita vontade de ter um cão desse engatado dentro de mim e me enchendo de gozo até o fundo, deve ser muito gostoso...amei esses contos de sofrimento e prazer....meu sonho e ainda vou realizar esse desejo.....adoreiiii..

Anônimo disse...

35cm???? Haaaa nem de silicone... e se alguem provar ate eu libero as pregas.
. Contos sao contos...show este.

luis 28 campinas 992185000

Claudio Elias Do Nascimento disse...

Jesus Cristo Esta Voltando

Anônimo disse...

Eu tenho muita vontade de ser engatada num cao ...mas ainda nao tive essa coragem...mas ficon excitada so de bver os videos..podiamos conversar mais que acha meu whatsapp 91983096429 ou email geovaniapaula55@gmail.com